Skip to main content

Lei de Proteção de Dados da União Europeia: Por que isso importa?

Entenda o que é o Regulamento de Proteção de Dados da União Europeia

GDPR: lei de proteção de dados da União Europeia: o que é? Como pode te afetar?

 

Quando estava configurando os menus do blog Atine Empreenda, o primeiro menu que veio na cabeça foi o de Política de Privacidade.

Isso porque me lembrei da nova lei da União Europeia (UE) sobre a privacidade de dados dos usuários que entrou em vigor (GDPR), em maio deste ano.

Esse regulamento, tem o objetivo de proteger os dados dos usuários da internet, obrigando todas empresas que mantém algum tipo de relacionamento com pessoas da UE, a informarem quais os dados que recolhem através de seus sites, o que fazem com eles, etc.

Empresas que não atenderem às mudanças estabelecidas, ou que infringirem as regras de proteção de dados, correm o risco de pagar multas, que podem ser bem altas.

Mas, embora esse regulamento seja principalmente, para grandes empresas, nem por isso, nós donos de pequenos blogs devemos nos descuidar.

O Brasil, ainda precisa aprovar leis que entrem em consonância com a GDPR, coisa que ainda não ocorreu.

Você deve estar se perguntando, afinal, o que essa Lei estabelece?

Calma… já te explico!

GDPR: lei de proteção de dados da União Europeia: o que é?

Antes de dizer o que de fato a lei estabelece, é importante saber por que ela foi criada.

Em 2013, a União Europeia, começou a revisar e a repensar nas suas leis de proteção aos usuários da internet.

Após o escândalo de vazamento de informações envolvendo Edward Snowden, ex-agente da CIA, com relação à espionagem feita pelos Estados Unidos.

Este fato, somado ao grande escândalo deste ano, envolvendo o nosso ‘querido’ Facebook, acelerou o processo de regulamentar as leis que vinham sendo editadas.

Logo, a GDPR, entrou em vigor em 25 de maio de 2018.

Essa lei, é para todas empresas que atendem usuários da União Europeia, isso quer dizer, que se o seu blog recebe visitas de pessoas de Portugal, por exemplo, então você deve se atentar à essa lei.

GDPR, trata basicamente, que qualquer empresa (site/blog), que fizer a coleta de dados de seus clientes, deve informar de maneira clara quais os dados que recolhem e para qual razão se faz o recolhimento de dados.

Além disso, o regulamento deixa claro, que o usuário tem o direito de entender quais os dados que as empresas têm a seu respeito, podendo solicitar a correção ou mesmo a exclusão de informações pessoais dos bancos de dados de tais empresas.

Viu, nós que somos empreendedores digitais, que temos lista de e-mails, que trabalhamos com links de programas de afiliados, que ao final, coletamos dados de nossos leitores, temos que estar atentos às mudanças e principalmente, aos requisitos desta nova lei.

Por enquanto, o Brasil ainda não se pronunciou a respeito, mas podemos esperar, pois certamente, por aqui mudanças deste gênero, não vão demorar a surgir.

GDPR: lei de proteção de dados da União Europeia: o que estabelece?

 

Bem, como disse antes, a lei estabelece que as empresas que mantiverem relacionamento com pessoas residentes na UE, devem deixar claro, o uso de dados que fazem nos seus sites.

Isso significa que, o usuário passa a ter “poder” sobre quais dados podem ser mantidos e informados, bem como, o que são feitos com seus dados por meio dos sites.

Todos sabemos que a coleta de dados dos usuários é necessária para garantirmos um serviço mais personalizado ou mesmo garantir uma excelente experiência do internauta em nossos sites.

Mesmo que o GDPR nos imponha que devemos dar liberdade de escolha aos nossos usuários no que diz respeito a sua privacidade, isso já deveria ser nossa preocupação há tempos!!

O importante, é que nossos blogs estejam adaptados às regras e que estejamos livres de possíveis sanções, que no caso da nova lei, quem a desrespeitar pode receber multas que equivalem a até 4% do faturamento global ou até 20 milhões de euros.

Em se tratando de dados da internet, pode ter certeza, que muita água vai rolar ainda.

Mas não restam dúvidas que a partir de agora, as empresas irão se empenhar muito mais em criar um relacionamento mais sério e transparente com seus clientes/internautas.

A lei vem para resguardar os usuários, dando maior proteção ao uso de seus dados compartilhados enquanto navegam na internet.

Nós como proprietários de sites, blogs ou e-commerces devemos estar atentos e comprometidos em dar ao nosso usuário a melhor experiência e solução ao seu problema.

 

Se seu blog está começando, assim como o meu, te sugiro que crie uma Política de Privacidade e instale o plugin Jetpack para configurar o uso de cookies.

O mais importante é ser sincero e transparente com nossos leitores!

Se você gostou deste artigo, me ajude compartilhando!

Me siga nas Redes Sociais!   😀 

Instagramhttps://www.instagram.com/elisangelaspo/

Facebookhttps://www.facebook.com/elisangelaoliveiramkt/

Twitterhttps://twitter.com/Elisangelaspo

Pinteresthttps://br.pinterest.com/elisangelaspo/

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.